Biênio 2019-2021

Conselheiros e novos dirigentes da Emagis, Cojef, Sistcon e Ouvidoria tomam posse no TRF4

28/06/2019
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

Tomaram posse nesta tarde (28/6), em solenidade coordenada pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus, o vice-corregedor, os membros do Conselho de Administração, o ouvidor, o diretor da Escola da Magistratura (Emagis) e os coordenadores dos Juizados Especiais Federais (Cojef) da Região Sul e do Sistema de Conciliação (Siston). A cerimônia ocorreu no Plenário da corte e contou com a presença de magistrados, servidores e familiares. 

Os desembargadores federais Salise Monteiro Sanchotene e Sebastião Ogê Muniz assumem como titulares no Conselho de Administração, tendo por suplentes os desembargadores federais Marga Barth Tessler e Leandro Paulsen. 

Como vice-corregedor regional, tomou posse o desembargador federal Luiz Carlos Canalli. A Emagis terá como diretor o desembargador federal Márcio Antônio Rocha e como vice-diretora a desembargadora Claudia Cristina Cristofani. Também foram empossados os novos conselheiros da escola, os desembargadores Leandro Paulsen e João Pedro Gebran Neto.

A desembargadora federal Vânia Hack de Almeida assumirá a Cojef e terá como vice-coordenadora a desembargadora Vivian Josete Pantaleão Caminha.

Já o Sistcon ficará a cargo do desembargador federal Jorge Antonio Maurique, e a Ouvidoria sob responsabilidade do desembargador João Batista Pinto Silveira.

Após a assinatura dos termos de posse, o presidente da corte encerrou a cerimônia parabenizando os novos dirigentes e enfatizando o espírito de sequência que marca as sucessivas administrações do tribunal. “Teremos desafios, mas tenho certeza que todos os colegas que estão engajados nestas várias funções e setores do tribunal nos próximos dois anos haverão de se sair muito bem. É uma tradição do tribunal essa renovação, esse prosseguimento, mas sempre damos sequência ao que vêm acontecendo nas administrações anteriores”, declarou Laus.